O desafio dos nossos dias...

11
Out 16

 

É certo que todas as casas precisam de ser limpas. Seja qual for a casa, os seus  habitantes, a sua decoração, enfim, independentemente de tudo, uma casa limpa é  sempre uma coisa agradável de se ver e onde se viver.
Dependendo do  número de pessoas que habitam uma casa e a forma como o fazem, o número e  intensidade de limpezas podem variar.
Se uma casa for cuidada e limpa  permanentemente, mesmo que seja só passar com o pano pela mesinha da sala (sabe  ao que me refiro, certo?), as limpezas mais exaustivas não se tornam uma  necessidade permanente.

 

No  entanto, pode muito bem acontecer, deixar passar uns dias em que não olha para a  vassoura e não quer ouvir falar no pano do pó. É legítimo fazê-lo, e isso não  será de todo sinónimo de que tem sujidade até ao teto. Uma casa limpa e  arrumada, não fica caótica se não a varrer ou arrumar a roupa que despiu ontem  durante três dias. Está com preguiça e isso é perfeitamente normal. Não  lhe apetece, pronto! Não é algo que se possa censurar, tendo em conta o ritmo de  vida de uma pessoa dita normal nos nossos dias. Mas, e como estes “mas” existem mesmo, pode acontecer ser avisado em pouco menos de meia hora que vai  receber uma visita. Pois é, os seus amigos não estão habituados a ver os  chinelos no meio da sala, nem o copo de leite matinal na mesa de cabeceira, mas  desta vez é o quadro que tem para apresentar. Não se irrite, não se enerve e não  invente desculpas para evitar a visita que vem a caminho. Vamos por então mãos à  obra e despachar a arrumação da sua casa em pouco mais de quinze  minutos.

Dicas e Sugestões

1.Arrume toda a roupa que estiver espalhada  pela casa. Em poucos segundo vai ter de decidir o que é para passar a ferro,  para lavar ou para guardar. Seja rápido na decisão. 2.De seguida,  coloque toda a loiça na máquina. Se não tiver tempo de a passar por água, pense  nisso depois e faça uma pré-lavagem quando colocar a máquina a lavar. Caso não  possua máquina de lavar louça e se tiver louça do dia anterior para lavar, tente  pô-la de molho em água quente com um pouco de detergente enquanto segue para a  próxima tarefa.
3.Corra para a dispensa e agarre-se à vassoura. Uma  varridela para cá e outra para lá. Varra tudo para um só cantinho da casa. Na  hora de apanhar é mais fácil.
4.Com o pano do pó, dê uma passadela ao  essencial. Se tiver um espanador, está com mais sorte ainda. Não limpa tão bem,  mas não necessita de levantar objetos das prateleiras.
5.Corra agora  para o WC e com um pano húmido com detergente, passe pelo lavatório e por fim,  na sanita.
6.Volte à cozinha e pegue numa esponja da louça e passe-a na  louça agora não tão ressequida. Mesmo que não tenha tempo de a secar e arrumar  nos seus respetivos sítios, é melhor ter louça lavada à vista do que uma pia  cheia dela suja.

 

                        7.Se tiver tempo, coloque água a ferver numa balde e  passe uma esfregona bem espremida pelas áreas da casa onde muito mais  provavelmente as suas visitas irão circular.
Pequenos truques fazem a  diferença, mas não se esqueça que estes aqui apresentados só resultam se for uma  fada do lar assídua. Sujidade acumulada vai necessitar bem mais do que vinte  minutos, portanto, faça questão de todos os dias passar um pano aqui e ali, se  todos os dias fizer um bocadinho, vai ver que atém mesmo nos dias de limpezas  gerais o trabalho não será tanto.
www.ruadireita.com

 


 

publicado por emcontratempo às 11:37

Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
contador
Contador de visitas
visitantes
blogs SAPO