O desafio dos nossos dias...

02
Nov 08

 

 

 

Dai-lhes Senhor, o Eterno descanso,

entre os esplendores da Luz perpétua.

...

 

Nas tristes tardes de Outono,

andam meus olhos despidos.

Entre dor e abandono

de carinhos, outrora tidos,

pelos que hoje jazem no sono

dos justos, adormecidos.

 

É Novembro, caem folhas,

os ramos ficam despidos.

Em tempos que já lá vão,

entre choros e gemidos,

caíam lágrimas, havia oração,

pelos nossos entes queridos.

 

Depressa anos passaram.

E... os tempos que já lá vão,

quando todos juntos ceavam,

rezavam em comoção.

Eis que agora se solta um ai.

Pois...

hoje sou eu que rezo e choro,

por minha mãe e meu pai. 

Ai meus queridos pais...

by peregrina

publicado por emcontratempo às 17:13

 

 

 

São noventa e três anos,

Noventa e três primaveras.

Tanta sabedoria de vida.

tanta história para contar,

tanta alegria, tanto saber

e tanto amor sempre para dar.

 

Muitos parabéns, Madrinha

daqui da Montanha,

 

Aí,

longe,

em terras da América,

 

no teu cantinho,

saudosa,

guardarás sempre 

essa  ternura, 

esse olhar amoroso,

essa devoção,

ao te falarem

deste Pico majestoso,

que está em teu coração.

by peregrina

publicado por emcontratempo às 11:04

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
20
21
22

23
24
25
26
28
29

30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO