O desafio dos nossos dias...

31
Jul 09

  
foto tirada da net  
"Uma senhora de 92 anos, delicada, bem vestida, com o cabelo bem penteado e um semblante calmo, precisou se mudar para uma casa de repouso.

Seu marido havia falecido recentemente e a mudança se fez necessária, pois ela era deficiente visual e não havia quem pudesse ampará-la em seu lar.

Uma neta dedicada a acompanhou.

Após algum tempo aguardando pacientemente na sala de espera, a enfermeira veio avisá-las que o quarto estava pronto.

Enquanto caminhavam, lentamente, até o elevador, a neta, que já havia vistoriado os aposentos, fez-lhe uma descrição visual de seu pequeno quarto, incluindo as flores na cortina da janela.

A senhora sorriu docemente e disse com entusiasmo: Eu adorei!

Mas a senhora nem viu o quarto... Observou a enfermeira.

Ela não a deixou continuar e acrescentou:

A felicidade é algo que você decide antes da hora. Se eu vou gostar do meu quarto ou não, não depende de como os móveis estão arranjados, e sim de como eu os arranjo em minha mente.

E eu já me decidi gostar dele...

E continuou: é uma decisão que tomo a cada manhã quando acordo. Eu tenho uma escolha, posso passar o dia na cama remoendo as dificuldades que tenho com as partes de meu corpo que não funcionam há muito tempo, ou posso sair da cama e ser grata por mais esse dia.

Cada dia é um presente, e meus olhos se abrem para o novo dia das memórias felizes que armazenei...

A velhice é como uma conta no banco, minha filha... De onde você só retira o que colocou antes.

..........................................

A lição de uma pessoa idosa e sem a visão dos olhos físicos é de grande profundidade e contém ensinamentos valiosos.

E o primeiro deles é que a felicidade é uma decisão pessoal.

Depende mais da nossa disposição mental do que das circunstâncias que nos rodeiam.

Cada pessoa tem, na intimidade, o potencial de armazenar as belezas que deseja ver em sua tela mental, ainda que ao seu redor a paisagem seja deprimente.

Para isso é preciso construir um mundo de felicidade nesse banco de lembranças que Deus ofereceu a cada um de seus filhos.

E quando se constrói um mundo de paz e felicidade, portas à dentro da alma, é possível compartilhar essa realidade com aqueles que nos cercam.

Assim é que se não temos em nossa vida os enfeites que desejamos, arranjemos tudo isso em nossa mente. É uma forma de ver as coisas com olhar positivo e otimista.

Além disso, como toda criação começa na mente, é bem possível que venhamos a concretizar esse sonho alimentado na alma.

Se você ainda não havia pensado nessa possibilidade, pense agora.

Comece, sem demora, a depositar felicidade na conta do banco das suas lembranças, para poder resgatar sempre que desejar.

Se você abrir a janela, pela manhã, e seus olhos físicos puderem ver apenas paisagens deprimentes, abra as janelas da alma e contemple um jardim em flor.

Respire fundo e sinta o perfume de jasmim, de rosas e cravos, ouça o canto dos pássaros que voam, ligeiros, pelo ar.

Perceba a brisa acariciando seu rosto, e curta a melodia dos grilos e cigarras que cantam para alegrar suas horas.

Decida ser feliz, ainda que seja uma felicidade que só você pode sentir. E lembre-se sempre: a felicidade não depende de como as coisas estão arranjadas, mas de como você as arranja na sua mente."
(tirado da net)
publicado por emcontratempo às 16:47

29
Jul 09

 

Rogai por nós!!!

publicado por emcontratempo às 11:18

26
Jul 09

 

 

É hoje...

publicado por emcontratempo às 18:06

 

 

Há precisamente 1 dia, 1 hora e 4 minutos...

 

Nesse dia tão feliz, queríamos tudo de bom para vocês.

 

E que o Amor seja a fonte maior da vossa vida.

 

Assim, contruireis a felicidade de sempre.

 

Que Jesus cumule de bençãos todo o vosso caminhar.

 

 

 

publicado por emcontratempo às 18:02

22
Jul 09

 

 

 

 

Santa Maria Madalena,

que seguiste o Senhor,

escutai a nossa prece,

te honramos, te oramos,

te pedimos com clamor.

 

Recebei nossas canseiras,

angústias, preocupações,

até mesmo as asneiras,

nós que de muitas maneiras,

te fazemos orações.

 

Na escuta da Palavra,

que te prendeu o coração,

na pobre e humilde migalha

do nosso trabalho,

na partilha do Eterno Pão.

 

Desculpa Senhora,

somos frágeis, limitadas,

pela pressão exterior,

onde escassa gratidão,

sinceridade e amor.

 

Sede nossa intercessora,

com tão nobre protectora,

assim, estaremos melhor,

Tu que foste seguidora,

de Jesus Nosso Senhor.

 

 

 

O cartaz da Festa 2009

 

Já tem alguns anos o cortejo de oferendas.

Que eu me lembre não.

É do meu tempo fazer-se arrematações no dia da festa.

Agora há poucos anos retornou-se novamente ao antigamente.

Acho bonito e mais significativo.

Bem bom!

Poderia ser mais, mas também poderia ter acontecido ser menos...

...muitos poderiam dar muito mais.

Outros, só Deus sabe com que vontade e dificuldades.

Mas... não haja dúvidas o Senhor recompensa-nos sempre com mais, é bom que estejamos atentos à grande acção do céu, sempre que agimos de coração aberto.

Ele acompanha-nos., nunca nos desampara.

Orgulhamo-nos de podermos apresentar a nossa Igreja, nosso espaço de culto, tão lindo, tão acolhedor, para nos facilitar um melhor contacto com o Nosso Deus e com os irmãos.

Estamos e estão muitos dos nossos que estão mais longe de parabéns por muitos dos esforços que tem sido feitos a favor das obras da nossa Igreja Matriz de santa Maria Madalena.

Um templo que por si só convida à interiorização, mesmo de quem o olha só por fora.

Todos nos esforçámos, é verdade!

Mas, para aqueles que nestes momentos mais dão do seu tempo e esforço, o sr. Padre marco por todo o empenho, pondo-se ao lado do "seu rebanho", trabalhando com este, sempre com uma alegria, boa disposição e serenidade que são só suas.

ao sr. Manuel Florêncio, e aos que o ajudaram a arrematar e lá vai um pregão: 5,7,10, ... 50 euros, uma, duas e cinquenta euros, três!

E lá vai para quem quiz fazer o esforço. Bem haja!

Às filarmónicas, neste caso, este ano durante as arrematações, a Filarmónica Lira Madalense que abrilhantou com o seu reportório intercalando as tocatas entre as arrematações, para dar um maior brilho ao evento.

Enfim todos de parabéns, uns com maior outros com menor participação, o importante é participar!

As comunidades também se veêm por fora, pela participação unida dos seus paroquianos.

Honremo-nos disso!

 

 

 

 

Os "Nova Dinastia"

 A banda Nova Dinastia, oriunda da Ilha do Pico, quebrando com as tradições, apresenta em 2009 o álbum de estreia intitulado "Como se não houvesse amanhã" a ser editado a nível nacional pela Nine Media Records.
Os Nova Dinastia surgem em Agosto de 2006, tendo como fundadores Henrique (REEK) na Voz e Guitarra, João (JOHNNY) no Baixo e Segundas Vozes e Duarte (ZARÉ) na Bateria e segundas Vozes. Pouco tempo depois, ainda nesse verão, entra Nathan (NATE) na Guitarra e Voz para concluir a formatura actual da banda.
Os quatro da Ilha Montanha, cedo começam a explorar as composições originais, seguindo o estilo dos seus ídolos como Blink 182, Sum 41, Simple Plan, Green Day ou Good Charlotte, mas pouco tempo depois afirmam-se definitivamente como rock em português.
Após várias aparições ao vivo e passagens pelos mais importantes palcos da sua ilha, rumam no Verão de 2008 à Ilha Terceira, para a gravação do primeiro álbum de originais nos Watt Studios, tendo como produtor João Mendes.
Os NOVA DINASTIA preparam agora o lançamento do álbum e encontram-se perante uma nova realidade nas suas vidas, prometendo assim muito trabalho e dedicação e vivendo sempre todos os dias “Como se não houvesse amanhã".
Um álbum com doze temas originais, sempre com a alegria que o pop/rock português pode ter e também com alguma irreverência oriunda do Punk, o primeiro single a chegar às rádios é precisamente " Verão Frio", um disco que acima de tudo dedicado à juventude, embora tal facto, é apropriado para qualquer idade...
"Verão Frio" chega às rádios nacionais em Março, chegando em seguida o álbum às lojas.

publicado por emcontratempo às 23:56
tags:

16
Jul 09

 

Dá muito que pensar...

Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o café
(importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in Chech Republic),
barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China).

 

Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca (Made in Singapure) e
um relógio de bolso (Made in Swiss).

 

Depois de preparar as torradas de trigo (produced in USA) na sua torradeira
(Made in Germany) e enquanto tomava o café numa chávena (Made in Spain),
pegou na máquina de calcular (Made in Korea) para ver quanto é que poderia
gastar nesse dia e consultou a Internet no seu computador (Made in Thailand)
para ver as previsões meteorológicas.

 

Depois de ouvir as notícias pela rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo
de laranja (produced in Israel), entrou no carro (Made in Sweden) e
continuou à procura de emprego.

 

Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do seu
telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in Italy), o
António decidiu relaxar por uns instantes.

 

Calçou as suas sandálias (Made in Brazil), sentou-se num sofá (Made in
Denmark), serviu-se de um copo de whisky (produced in Scotland), ligou a TV
(Made in Indonésia) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar
um emprego em PORTUGAL...

publicado por emcontratempo às 13:09

12
Jul 09

 

 

Hoje pelas 16,30h haverá Missa.

 

Seguindo-se procissão.

 

Participemos.

Louvemo-la, nesta tarde,

neste local aprazível.

 

Aqui ao lado,

o mar,

separando e unindo,

duas Ilhas vizinhas,

que se complementam.

 

O mesmo céu,

que nos envolve ternamente,

em doces tonalidades de azul.

 

O sussurro da maré,

em sua toada.

 

As pedras roliças,os rolos.

 

O rendilhado da costa,

aqui e ali, estende-se

de encontro ao canal:

 

É a Baia da Barca,

deixando-se beijar,

pela onda languida,

que despida do vento,

se esvai,

em sua toada.

 

E somos nós,

envolvidos nesta paz,

elevando o espírito

em atitude orante.

 

Na Eucaristia.

neste diálogo interior,

contacto íntimo com Jesus,

nesta comunhão,

pedimos protecção.

 

Sabemos que Sua Mãe,

a Nossa Medianeira,

aqui,

sob a invocação da Senhora da Barca,

pede connosco,

por nós,

pelos nossos anseios.

 

A nós só nos resta,

estar em atitude permanente de oração.

 

Eis-nos aqui, Senhora!

 

Somos frágeis. protege-nos!

 

Senhora, rogai por nós!

publicado por emcontratempo às 09:27

10
Jul 09

 

c

publicado por emcontratempo às 23:37

 

 

Depois da traição...

 

 

É incrível !!!

Em tão pouco espaço, ...

tanto jogo de cintura !

 

Não esperava.

Isto como meu pai dizia ...

 

é "cair do burro abaixo",

tenho ido acordando aos poucos...

 

porque não esperava tal,

 

enfim...

 

é impressionante !

 

mas...

vou ir aprendendo.

 

publicado por emcontratempo às 17:40

09
Jul 09

 

 

 

 

publicado por emcontratempo às 17:27

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
15
17
18

19
20
21
23
24
25

27
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO