O desafio dos nossos dias...

23
Nov 10

 

"O amor é um fruto existente em todas as estações do ano, e ao alcance de todas as mãos."

Madre Teresa de Calcutá

publicado por emcontratempo às 10:33

21
Nov 10

 

Desde pequena, ainda em vida dos meus avós, que me lembro de se fazerem chás caseiros.

Faziam-nos para tudo o quanto eles necessitavam se é que vissem para isso algum alívio.

Eram pois outras épocas.

Constipação, rouquidão, gripe, tosse, molhaduras, resfriados, etc, etc...

Não haviam tantos medicamentos, nem dinheiro para comprá-los.

Naqueles tempos eram todos pagos, não havia nenhum desconto.

 Quando  adoecíamos ficávamos mais de uma semana sem ir à escola.

Os nossos pais recorriam aos chás caseiros e demais meios ao seu alcance.

Eram vapores no quarto, fumarolas de eucalipto, de açucar queimando nas brasas, etc...

Que diferença?!...

Neste caso para melhor, claro.

Mas os chás, esses sempre fazemos

E para além disso são muito eficientes como por exemplo:

 

 Para a tosse, constipação e rouquidão

 

Chá de Oregãos

 

Ferver um galhinho de oregãos, ou então umas folhinhas, em uma porção que baste de leite.

Para adoçar temperar com mel. (juntar alho se quiser)

 

Para a tosse, diabetes e tensão

 

Chá de marroio

 

Ferver um raminho pequeno, ou mesmo só umas folhas de marroio em mais ou menos 1 litro de água e temperar de mel.

 

Para tosse

 

Chá de Poejo

 

Ferve-se o poejo no leite e tempera-se de mel.

 

Para tosse e rouquidão

 

Salva

 

Ferve-se a salva com o leite e temperar com mel.

 

Para tosse

 

Xarope

 

Casca de cebola com 1 cerveja preta e açucar amarelo, ferve-se até fazer o ponto de xarope.

 

 

 

 

 

publicado por emcontratempo às 05:44

 

Sou uma pobre enjeitada,

não conheço pai nem mãe,

desde o berço abandonada

todos me olham com desdém.

 

Mas no entanto eu não creio,

que minha mãe fosse má,

se ela me trouxe no seio,

sabe Deus com qual anseio,

ela por mim chorará.

 

trálárá trálárá trálárá

 

Talvez fosse um criminoso,

quem assim me abandonou?!...

 

Não me recordo agora, dos restantes versos,

lembro-me de ouvir minha mãe cantá-los.

É um drama triste da vida de muitas crianças

que tristemente vem para este mundo,

sem terem oportunidade de viver saudávelmente...

publicado por emcontratempo às 05:36
tags:

 

 

FERIAS AÇORES - MADALENA DO PICO -  rua do carmo

 

Também por cá já vão surgindo grandes mudanças em relação ao meu tempo... 

 

 

FERIAS AÇORES - MADALENA DO PICO - Toledos

 

Neste caminho agora já razoávelmente habitado, poucos anos atrás eram apenas vinhas e matos.

A canada que dava acesso a este local designava-se, salvo erro, por Canada das Brancas.

Hoje, para além deste pacato aldeamento turístico até tem um pequeno mas belo espaço de lazer.

E ainda ao fundo desta rua existe um bairro, recentemente construído, na travessa que me parece chamar-se Eng. Augusto Costa.

 

Fotos de  FERIAS AÇORES - MADALENA DO PICO

lsantos1@iol.pt

 

Como o tempo passa, ... e com ele passamos também...

 

Venham e desfrutem deste belo espaço, numas boas férias, bem perto da vila da Madalena...

publicado por emcontratempo às 05:08
tags:

 

"Quando a gente pensa que sabe todas as respostas,

vem a vida e muda todas as perguntas."

desconheço o autor

publicado por emcontratempo às 03:57

 

A Cimeira ...

publicado por emcontratempo às 01:06

 

Escutar, dialogar, sorrir e motivar são formas de viver que motivam os outros...

senão pelo exemplo, ao menos pela admiração.

É uma bela forma de viver.

Eu continuo vivendo e aprendendo.

 

publicado por emcontratempo às 01:05

18
Nov 10

 

 

 Se não o são físicamente...

 

"Ninguém pode ser arbitrariamente preso, detido ou exilado."

Direitos Humanos

 

são-no infelizmente no psíquico, enfim...

publicado por emcontratempo às 11:13

17
Nov 10

 

 

"Quem perde dinheiro, perde muito;

quem perde um amigo, perde mais;

quem perde a fé, perde tudo..."

autor desconhecido

publicado por emcontratempo às 12:41

16
Nov 10

 

"Nunca sentirás tristeza por teres sido generoso com os teus inimigos"

desconheço autor

publicado por emcontratempo às 15:07

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

14
19
20

22
24

28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO