O desafio dos nossos dias...

19
Set 11

 :smiley-dubitatif:

"A mais profunda raiz do fracasso em nossas vidas é pensar,

como sou inútil e fraco.

É essencial pensar poderosa e firmemente,

eu consigo, sem ostentação ou preocupação."

Dalai Lama

publicado por emcontratempo às 15:36

 

Pepinos!!!

 

1. PEPINOS contém a maioria das vitaminas que tu precisas diariamente. Só um pepino contém Vitaminas B1, B2, B3, B5, B6, C, Ácido Fólico, Cálcio, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio e Zinco.

 
2. Sentes-te cansado à tarde, dispensa a cafeína e come um Pepino. Os Pepinos são óptimas fontes de Vitaminas B e Carbonatos que fornecem aquela '' animação'' que dura por horas.

 
3. Cansado de ver o espelho da casa de banho embaciado depois do banho?
Tenta esfregar uma rodela de pepino no espelho, isto eliminará a neblina e produzirá uma tenra fragrância como no SPA.

 

4. As lesmas e caramujos arruínam as tuas plantas?

Coloca algumas rodelas de pepino num pequeno prato ou forma de lata  (não de ferro nem de alumínio ), na tua horta ou jardim, e as pestes ficarão longe toda a temporada. As químicas no pepino reagem com o alumínio para dar um cheiro detectado por humanos mas que deixam as pestes loucas e as fazem fugir da área


5. Procuras uma rápida e fácil forma de remover celulite antes de ir à piscina ou praia? Tenta esfregar uma rodela ou duas de pepino nas áreas afectadas por alguns minutos, os fito-químicos no pepino forçam o colágeno de tua pele a encolher, firmando a camada de fora e reduzindo a visibilidade da celulite. Funciona optimamente para as rugas também!
 
 6. Desejas evitar uma ressaca ou dor de cabeça? Come algumas fatias de pepino antes de dormir e acordarás sem dor e sem ressaca. Os Pepinos contêm bastante açúcar, Vitaminas B e electrolises para repor os nutrientes essenciais que o corpo perde, mantendo tudo em equilíbrio, evitando ambos a ressaca e a dor de cabeça!

 


 7. Queres evitar aquela fome à tarde ou à noitinha com alguma coisa?
 Pepinos têm sido usados por centenas de anos e usados por caçadores europeus, exploradores e comerciantes como uma rápida refeição para
 evitar a fome.

 

8. Tens uma importante entrevista de emprego e reparas que não tens tempo para engraxar os sapatos? Simplesmente esfrega uma fatia fresca de pepino sobre o sapato, os químicos proverão rápida e durável brilho que não somente fica óptimo como também repele água.


9. Não tens em casa o WD-40 para consertar aquele barulhinho enjoado de uma porta a ranger? Pega numa fatia de pepino e esfrega no sítio problemático... e o rangido foi-se!

 

10. Cansado, stressado e sem tempo para uma massagem, facial ou visita ao SPA? Corta um pepino inteiro e coloca numa panela de água a ferver, os químicos e nutrientes do pepino reagem com a água a 100º e soltam-se no vapor, criando um relaxante cheirinho que tem sido mostrado que reduz o stress em novas mamães e estudantes durante exames finais.

 

11. Acabaste de almoçar e vês que não tens "chewing gum" ou rebuçados de hortelã? 

Pega numa fatia de pepino e espreme no céu da boca com a língua por 30 segundos para eliminar o sabor da comida, os fito-químicos matarão as bactérias responsáveis por causar mau hálito.

 

12. Procuras algo ''verde'' para limpar as torneiras, pias ou aço inoxidável? 
Esfrega uma fatia de pepino na superfície que
 desejas limpar, isto não só remove anos de zinabre mas traz de volta o brilho, mas também não deixa marcas e não mancham nem prejudicam as tuas unhas e mãos enquanto limpas.

 

13. Usas a caneta e cometes um erro? 
Toma a casca do pepino ( o lado de fora ) e devagar usa-a para apagar o erro. Também funciona muito bem nos lápis que as crianças deixam nas paredes!!!

 

publicado por emcontratempo às 12:40

 

da net

publicado por emcontratempo às 12:06

 

Parabéns!

 

publicado por emcontratempo às 12:06

 :smiley-dubitatif:

"Se o perfume é o pensamento das flores, o amor é talvez o perfume das almas."

Júlio C. Machado

publicado por emcontratempo às 10:54

 

"Em setembro ardem os montes, secam as fontes."

publicado por emcontratempo às 10:53

  :smiley-dubitatif:

Para verdadeiramente servir a paz , a liberdade de cada homem, a comunidade deve respeitar as liberdades e direitos dos outros indivíduos e colectividades.

João Paulo II (1981)

publicado por emcontratempo às 10:51

 

"O conhecido sociólogo e filosofo francês, Jaques Amaury, professor na
Universidade de Estrasburgo, publicou recentemente um estudo sobre "A crise
Portuguesa", onde elenca alguns caminhos, tendentes a solucioná-la.

Portugal atravessa um dos momentos mais difíceis da sua história, que terá
que resolver com urgência, sob o perigo de deflagrarem crescentes tensões e
consequentes convulsões sociais.
Importa, em primeiro lugar, averiguar as causas. Devem-se sobretudo à má
aplicação dos dinheiros emprestados pela CE para o esforço de adesão e
adaptação às exigências da união.
Foi o país onde a CE mais investiu "per capita" e o que menos proveito
retirou. Não se actualizou, não melhorou as classes laborais, regrediu na
qualidade da educação, vendeu ou privatizou a esmo actividades primordiais e
património que poderiam hoje ser um sustentáculo.
Os dinheiros foram encaminhados para auto-estradas; estádios de futebol;
constituição de centenas de instituições publico-privadas, fundações e
institutos de duvidosa utilidade; auxílios financeiros a empresas que os
reverteram em seu exclusivo benefício; pagamento a agricultores para
deixarem os campos e aos pescadores para venderem as embarcações; apoios
estrategicamente endereçados a elementos ou a próximos deles, nos principais
partidos; elevados vencimentos nas classes superiores da administração
publica; o tácito desinteresse da Justiça, frente à corrupção galopante e um
desinteresse quase total das Finanças no que respeita à cobrança na riqueza,
na Banca, na especulação, nos grandes negócios, desenvolvendo, em contrário,
uma atenção especialmente persecutória junto dos pequenos comerciantes e
população mais pobre.
A política lusa é um campo escorregadio onde os mais hábeis e corajosos
penetram, já que os partidos, cada vez mais desacreditados, funcionam
essencialmente como agências de emprego que admitem os mais corruptos e
incapazes, permitindo que com as alterações governativas permaneçam,
transformando-se num enorme peso bruto e parasitário. Assim, a monstruosa
Função Publica, ao lado da classe dos professores, assessoradas por
sindicatos aguerridos, de umas Forças Armadas dispendiosas e caducas,
tornaram-se não uma solução, mas um factor de peso nos problemas do país.
Não existe partido de centro, já que as diferenças são apenas de retórica,
entre o PS (Partido Socialista)  que está no Governo e o PSD (Partido Social
Democrata), de direita, agora mais conservador ainda, com a inclusão de um
novo líder, que tem um suporte estratégico no PR e no tecido empresarial
abastado. Mais à direita, o CDS (Partido Popular), com uma actividade
assinalável, mas com telhados de vidro e linguagem publica diametralmente
oposta ao que os seus princípios recomendam e praticarão na primeira
oportunidade. À esquerda, o BE (Bloco de Esquerda), com tantos adeptos como
o anterior, mas igualmente com uma linguagem difícil de se encaixar nas
recomendações ao Governo, que manifesta um horror atávico à esquerda, tal
como a população em geral, laboriosamente formatada para o mesmo receio.
Mais à esquerda, o PC (Partido comunista), vilipendiado pela comunicação
social, que o coloca sempre como um perigo latente e uma extensão inspirada
na União Soviética, oportunamente extinta, e portanto longe das realidades
actuais.
Assim, não se encontrando forças capazes de alterar o status, parece que a
democracia pré-fabricada não encontra novos instrumentos.
Contudo, na génese deste beco sem aparente saída está a impreparação, ou
melhor, a ignorância de uma população deixada ao abandono, nesse fulcral e
determinante aspecto. Mal preparada nos bancos das escolas, no secundário e
nas faculdades, não tem capacidade de decisão, a não ser a que lhe é
oferecida pelos órgãos de comunicação. Ora, aqui está o grande problema
deste pequeno país; as TVs, as Rádios e os Jornais são, na sua totalidade,
pertença de privados ligados à alta finança, à industria, ao comércio, à
banca e com infiltrações accionistas de vários países.

Ora, é bem de ver que com este caldo não se pode cozinhar uma alimentação
saudável, mas apenas os pratos que o "chefe" recomenda. Daí a estagnação que
tem sido cómoda para a crescente distância entre ricos e pobres.
A RTP, a estação que agora engloba a Rádio e TV oficiais, está dominada por
elementos dos dois partidos principais, com notório assento dos
sociais-democratas, especialistas em silenciar posições esclarecedoras e
calar quem levanta o mínimo problema ou dúvida. A selecção dos gestores, dos
directores e dos principais jornalistas é feita exclusivamente por via
partidária. Os jovens jornalistas, são condicionados pelos problemas já
descritos e ainda pelos contratos a prazo determinantes para o posto de
trabalho, enquanto o afastamento dos jornalistas seniores, a quem é mais
difícil formatar o processo a pôr em prática, está a chegar ao fim. A
deserção destes foi notória.
Não há um único meio ao alcance das pessoas mais esclarecidas e por isso
"non gratas" pelo establishment, onde possam dar luz a novas ideias e à
realidade do seu país, envolto no conveniente manto diáfano que apenas deixa
ver os vendedores de ideias já feitas e as cenas recomendáveis para a
manutenção da sensação de liberdade e da prática da apregoada democracia.
Só uma comunicação não vendida e alienante pode ajudar a população a fugir
da banca, o cancro endémico de que padece, a exigir uma justiça mais célere
e justa, umas finanças atentas e cumpridoras,  enfim, a ganhar consciência e
lucidez sobre os seus desígnios."

publicado por emcontratempo às 10:27

...

publicado por emcontratempo às 10:26

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
22
24

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO