O desafio dos nossos dias...

06
Set 11

 

Quem não as têm...

"

  • Solidão. Há muitos tipos de solidão.
  • A solidão triste e desesperada de um presídio, de uma cadeia, onde os apenados pagam algum desatino cometido...
  • A Solidão plangente e dolorosa de um manicômio, onde infelizes criaturas mais vegetam do que vivem...
  • A solidão das gigantescas metrópoles modernas, onde milhares de cidadãos se acotovelam e não se conhecem... Rebanhos humanos apertados em apartamentos anônimos e comprimidos em selva de pedra!
  • A solidão do descrente e pessimista que já não acredita em mais nada.
  • A solidão do ateu que vocifera e grita, anunciando ter matado Deus... mas que não tem certeza plena de que Deus tenha morrido de fato!
  • A solidão apóstata que chegou à conclusão de que Deus é um estorvo, um desmancha-prazeres, um chato, um triste inútil...

 Há também destas...

  • A solidão dos recalcados, dos invejosos, dos ciumentos, dos corações vazios de amor, que não aguentam felicidade alheia. E por isso passam seus dias jogando punhais, esgrimindo vinganças e cravando espinhos em todo o mundo... Especialmente em seus próximos mais próximos.
  • E há esta outra solidão.
    • A solidão-silêncio.
    • A solidão-deserto-interior.
    • A solidão-despojamento.
  •  
  •  

  •  
    SOLIDÕES QUE PURIFICAM,
                AMADURECEM
                ELEVAM.
    SOLIDÕES REDENTORAS
    QUE NOS COLOCAM MAIS PRÓXIMOS DE DEUS!
  •  

  •  
                Silêncio... o pulsar do coração de Deus, na solidão dos homens!
                Silêncio... a eloqüência que fala mais alto que as palavras!
                Gostaria de rasgar todos os discursos que já escrevi. Mas nunca me arrependi dos silêncios que cultivei!
                É este o meu sonho maior: ser uma ilha, povoada de Deus. Uma ilha rodeada de silêncio por todos os lados!"

    Pe Roque Schneider
    www.danielnerib.blogspot.com

Oh meu Deus ajuda-me a ser uma ilha, como diz o Padre Roque, povoada de Deus.

De momento não tenho conseguido...

Ajuda-me, como dizia ele, o Padre Roque, a ser uma ilha rodeada de silêncio por todos os lados!

Amen.

publicado por emcontratempo às 22:52

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
17

18
22
24

25


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO