O desafio dos nossos dias...

31
Ago 12

 

 

O meu mundo 

não é como o dos outros,

quero demais,

exijo demais;

há em mim uma sede de infinito,

uma angústia constante

que eu nem mesma compreendo,

pois estou longe de ser uma pessoa;

sou antes uma exaltada,

com uma alma intensa,

violenta,

atormentada,

uma alma

que não se sente bem onde está,

que tem saudade...

sei lá de quê!

 

Florbela Espanca 

...é como se tudo isto pulsasse dentro do meu ser.

 

publicado por emcontratempo às 12:10

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
16
17
18

19
25

26


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO