O desafio dos nossos dias...

30
Nov 09

 

 

Por vezes o desânimo é tão grande e a vida parece nada, nada, que o corpo, se esvai em angustiosas marés do esmorecer. É o crespúsculo do fim.

E... fico-me a olhar este lago, este mar, que me tortura:

 

"Lago ilusório ! - eras um mar profundo:

- O mar da desventura, embravecido,

que nas ondas de pranto envolve o Mundo!...

 

Ó vida, ó Nada, em que vivi em vão!

Que és tu? E que fui eu? - sem ter vivido

o sonho que sonhara o coração"

 

Maria Isabel da Câmara Quental

publicado por emcontratempo às 01:00

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

15
16
20
21

25
26
27
28

29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO