O desafio dos nossos dias...

26
Abr 12

 

Rogai por nós,

Santa Mãe de Deus!

 

****************************************************************************************

 

Fazem hoje anos da consagração da nossa igreja Matriz da Madalena do Pico, nosso templo onde em comunidade louvamos e adoramos o Senhor!

Senhor ajudai-nos a saber viver estes e todos os  momentos, segundo a Tua vontade.

publicado por emcontratempo às 16:48

05
Jan 12

 

 

Bonito este poema do Cardeal D. Alexandre do Nascimento - sobre Maria

 

 

"Pergunta e Resposta"

 

Veio-me à mente, outro dia, esta pergunta:

"Porquê não deixou Deus no mundo, no nosso mundo,

Um retrato, uma pintura , vera imagem que fosse,

Do rosto lindo de morrer de pasmo

da Virgem Bendita, Nossa Senhora?"

 

Foi-me também respondido: "Vale mais, crê,

Que cada rosto de mulher que passa,

Possam os homens de fé e sentimento,

Encontrar traço, longínquo embora,

Do rosto divino da divina Mãe:

 

Está Jesus escondido em cada pobre,

Em cada mulher, esconde-se Maria".

 

(in almanaque das Missões)

publicado por emcontratempo às 10:26

14
Dez 11

 

 

Flor de suave perfume,

Para toda a lusa gente;

Entre nós em cada crente

Tens esmerado cultor.

És a obra mais sublime

Que saiu das mãos de Deus!

Nem na terra nem nos céus,

Há criatura maior!

A tua glória é valer-nos,

Não tens maior alegria:

Ninguém chama por Maria

Que não alcance favor.

És a nossa Padroeira,

Não largues o padroado

Do rebanho confiado

Ao teu poder protector.

 

(in almanaque das missões)

 

Sabes, hoje, Mãe querida,

a ti confio um segredo,

e tu sabes bem, quanto precisa

meu ser desse teu enlevo.

 

Acolhe meu humilde pedido,

eu sei que tu sempre me ouves,

das poucas vezes que peço...

 

***

 

"A devoção a Maria Imaculada é muito anterior à sua proclamação como verdade de Fé pelo Papa Pio IX, a 8 de Dezembro de 1854.

O Dogma da Imaculada Conceição, ensina-nos que Nossa senhora foi concebida sem qualquer mancha do pecado original, em vista do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo."

publicado por emcontratempo às 13:18

08
Dez 11

 

 

Rainha do Advento,

Sacrário da Redenção,

Rogai por nós!

 

 

 

www.magdala.blos.sapo.pt

 

   SALVÉ, NOBRE PADROEIRA!

Salvé, nobre Padroeira

do povo Teu protegido,
entre todos escolhido
para povo do Senhor!
 
 
Ó glória da nossa terra,
que tens salvado mil vezes,
enquanto houver portugueses
Tu serás o seu amor!

És a nossa Padroeira,
Não largues o Padroado
Do rebanho confiado
Ao Teu poder protector!
 
A Tua glória é valer-nos,
Não há maior alegria.
Ninguém chama por Maria
Que não alcance favor!
 
Com Tua graça e beleza
Um jardim não ornas só,
Linda flor de Jericó,
De Portugal és a Flor!
 
Flor de suave perfume,
Para toda a Lusa gente,
Entre nós, em cada crente,
Tens esmerado cultor.
 
Acode-nos, mãe piedosa,
Nestes dias desgraçados,
Em que vivemos lançados
No pranto, no dissabor!
 
Lobos famintos, raivosos
O teu rebanho assaltaram,
As ovelhas tresmalharam,
Surdas à voz do pastor.
 
Ai! da Lusa mocidade,
Se o sol do mundo moral
Se apaga... Ó noite fatal!
Ó noite de negro horror!
 
Portugal, qual outra fénix,
À vida torne outra vez.
Não se chame Português
Quem cristão de Fé não for!
 
 
publicado por emcontratempo às 16:19

13
Out 11

 

 Sexta e última aparição: 13 de outubro de 1917

Já era o Outono. Uma chuva persistente e forte transformara a Cova da Iria num lamaçal e encharcava a multidão de 50 a 70 mil peregrinos, vindos de todos os cantos de Portugal. Assim que chegaram os videntes, Lúcia pediu que fechassem os guarda-chuvas para rezarem o Terço. E, pouco depois, houve o reflexo de luz e Nossa Senhora apareceu sobre a carrasqueira.

 

milagre-do-sol1

“Quero dizer-te que façam aqui uma capela em minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o Terço todos os dias. A guerra vai acabar e os militares voltarão em breve para suas casas.”

Ao pedido de cura para uns doentes e conversão para alguns pecadores, Nossa Senhora respondeu:

Uns sim, outros não. É preciso que se emendem, que peçam perdão dos seus pecados”.

E tomando um aspecto triste, Ela acrescentou:

“Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor que já está muito ofendido”.

E, abrindo as mãos, fê-las refletir no sol, e enquanto Se elevava, continuava o reflexo da sua própria luz a projetar-se no sol

Visões de cenas simbolizando os Mistérios gozosos, dolorosos e gloriosos do Rosário

Chovera durante toda a aparição. Lúcia, no término de seu colóquio com Nossa Senhora, gritara para o povo: “Olhem para o sol!” Rasgam-se as nuvens, e o sol aparece como um imenso disco de prata. Apesar de seu intenso brilho, pode ser olhado diretamente sem ferir a vista. As pessoas o contemplam absortas quando, de súbito, o astro se põe a “bailar”. Gira rapidamente como uma gigantesca roda de fogo. Pára de repente, para dentro em pouco recomeçar o giro sobre si mesmo numa espantosa velocidade. Finalmente, num turbilhão vertiginoso, seus bordos adquirem uma cor escarlate, espargindo chamas vermelhas em todas as direções. Esses fachos refletem-se no solo, nas árvores, nos arbustos, nas faces voltadas para o céu, reluzindo com todas as cores do arco-íris. O disco de fogo rodopia loucamente três vezes, com cores cada vez mais intensas, treme espantosamente e, descrevendo um ziguezague descomunal, precipita-se em direção à multidão aterrorizada. Um único e imenso grito escapa de todas as bocas. Todos caem de joelhos na lama e pensam que vão ser consumidos pelo fogo. Muitos rezam em voz alta o ato de contrição. Pouco a pouco, o sol começa a se elevar traçando o mesmo ziguezague, até o ponto do horizonte de onde havia descido. Torna-se então impossível fitá-lo. É novamente o sol normal de todos os dias.

O ciclo das visões de Fátima estava encerrado.

Os prodígios haviam durado cerca de 10 minutos. Todos se entreolhavam perturbados. Depois, a alegria explodiu: “O milagre! As crianças tinham razão!” Os gritos de entusiasmo ecoavam pelas colinas adjacentes, e muitos notavam que sua roupa, encharcada alguns minutos antes, estava completamente seca.

O milagre do sol pôde ser observado a uma distância de até 40 quilômetros do local das aparições.

www.fátima.arautos.org

publicado por emcontratempo às 11:06

04
Out 11

 

"História de Amor"

 

Maria é a mais bela história de amor

que, algum dia a história registou.

 

O Espírito Santo foi encontrá-la

entre as fragas de uma terra desconhecida

e as fontes das águas puras

das montanhas da Galileia.

 

Toda a história da salvação

se recolhe nesse diálogo

de contornos mal esclarecidos,

nas pregas de uma aldeia esquecida

onde o poder infinito de Deus

e a pequenez de uma mulher sem história

deram as mãos

e abriram à história um futuro novo.

 

Peregrinos de montanhas e desertos

profectas da promessa e da novidade de Deus,

aqui se juntaram

como testemunhas de uma Aliança

muitas vezes esquecida

e outras tantas vezes anunciada.

 

Maria foi o presépio

onde a história se reuniu,

e o Espírito Santo levantou a sua tenda,

para o Filho de Deus habitar entre nós

e fazer do nosso mundo a sua casa."

 

Adélio Torres Neiva

publicado por emcontratempo às 12:38

05
Set 11

 

"Virgem das Dores, da Conceição,

Dos pecadores tem compaixão!

Ave, Maria, cheia de graça!

Brisa agradável em que Deus passa!

Ave Maria, Mãe de Jesus:

és a nascente da eterna luz!

Bendito o fruto em Ti gerado:

Homem divino, Deus revelado!

Em Ti o homem nasce de novo;

dos povos todos nasce um só povo!

De Ti, Senhora, nasce a Igreja;

Tua bondade sempre a proteja!"

in almanaque da LIAM

publicado por emcontratempo às 00:58

15
Ago 11

 

 

 

da net

 

Mãe de Deus,

Senhora do mundo,

Rainha do Céu,

em Vós acham os anjos a alegria,

os justos a graça,

os pecadores o perdão para sempre.

São Bernardo

publicado por emcontratempo às 10:32

14
Ago 11

 

"Maria Libertação,

filha do Povo saído

da primeira escravidão.

Filha do Povo caído

na nova Dominação.

 

Filha do Pai Abraão,

retirante à procura,

sempre clara, sempre escura,

de uma outra Promissão.

 

Casa de Deus, sem morada,

à margem da lei jogada

entre o Presépio e a Cruz.

Retirante e exilada,

perseguida e malfadada

pela causa de Jesus.

 

Comadre de Nazaré,

companheira de José,

operário sem serviço,

lavrador sem terra certa,

moradores de cortiço.

 

pouco ganho e mesa incerta.

Como tantos lavradores,

como tantos operários.

Colega das nossas dores,

rosa dos nossos rosários.

 

Retirantes a caminho,

todos nós, pobres e réus,

buscamos no teu carinho

a Casa e a Paz de Deus,

a Mesa do Pão e o Vinho

nascidos do ventre teu,

a terra certa na Terra

e a Nova Terra dos Céus."

 

D. Pedro Casaldáliga

 

(in calendário das missões 2006)

 

publicado por emcontratempo às 09:07
tags:

24
Mai 11

 

 

Avé, Avé,

Avé Mãe Celestial

Avé, Avé,

Avé salvai Portugal

 

Foi na Cova da Iria

quando o terço te rezavam,

quando os sinos convidavam

a orar - era meio-dia.

 

Que descestes lá dos céus

a falar aos pastorinhos,

inocentes pobrezinhos,

Mãe dos homens, Mãe de Deus.

 

Penitência e oração

se fizesse lhes pedias,

do rosário que trazias

mais pediste a devoção.

 

Seja, pois, o Santo Terço

do céu querida oração,

terna e viva devoção

que te oferte o luso berço.

publicado por emcontratempo às 13:28

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO