O desafio dos nossos dias...

25
Out 17

 

 

     Hoje, é assim.

     Apetece-me silenciar.

     Desde há tempos,

     venho silenciando.

     A pouco e pouco,

     aprendendo:

     a ouvir-me,

     a conhecer-me,

     a dominar-me,

     a calar-me.

     Escutar-me

     é por vezes,

     compensador,

     ajuda-me a ouvir,

     a interiorizar melhor

     os apelos exteriores.

peregrina 30 outubro 2008

 

     Olhem só!

     Pensamento pedagógico este:

 

    "Aprendi o silêncio com os faladores,

     a tolerância com os intolerantes,

     a bondade com os maldosos;

     e por estranho que pareça,

     sou grato a esses professores"

                       Khalil Gibran

publicado por emcontratempo às 17:42

26
Set 17

 

 

Como é bom

não ter "coisas" em demasia...

poder ajudar o próximo,

é viver em alegria!

 

E todo aquele que tudo quer,

incha-lhe os olhos

e não consegue ver,

para além do seu nariz...

 

e nem é feliz.

peregrina jan 2016

publicado por emcontratempo às 17:16

 

 

Democracia:

É preciso saber ganhar!

É preciso saber perder!

É preciso tolerar...

É preciso, é preciso...

saber vencer?!

peregrina

publicado por emcontratempo às 12:42

 

 

Ou tenho dinheiro e não gasto

ou gasto e não tenho dinheiro.

 

Ou trabalho e gero riqueza

ou não trabalho só tenho emprego.

 

Ou tenho um sonho e vivo alegre

ou vivo acabrunhado no sonho dos outros.

 

ou subo alto e olho de cima

ou cá do meu chão olho para o Alto.

 

Loucura é pretender ter tudo

ser tudo, ver tudo, dizer tudo...

 

Melhor é ser prudente, inteligente

diferente de muita gente...

 

A vida é feita de escolhas

ou isto ou aquilo...

 

e qual é melhor,

isto?!

ou aquilo?!

 

e... vivemos assim a vida inteira...

 

by peregrina

2013.01.16

 

 

 

 

publicado por emcontratempo às 10:29

30
Ago 17

 

Velhinho de olhar cansado,

Semblante tosnado dos anos,

Olhas e ficas pasmado,

baralhado com tanta coisa,

tantos desenganos...

 

Cheio de frio, cheio de fome,

Lá vens tu, sózinho.

sem protecção e sem carinho,

triste esgueiras o olhar

sentado na beira da parede caída,

pelo tempo, pelos anos,

como tu, oh bondoso velhinho.

 

Entristece-te a forma de vida,

de querer ser, sem ser nada,

sem ao trabalho se dar guarida,

como percorrer como tu a estrada,

caminhante, nesta vida.

 

Há quem para ti nem volte o olhar

porque vive o presente

não sabe que em velho irá parar,

fica de ti, distante... ausente...

e tu, acabrunhado pela vida...

fitando-o tristemente...

 

Também foste criança, foste jovem

foste homem forte e trabalhador

Lutaste na vida com amor...

Hoje, alquebrado e cansado,

teu olhar procura o carinho,

que na tua mocidade, também

distribuías a outro velhinho.

 

e assim percorre a vida...

a criança d'outrora... hoje amadurecida...

peregrina 2017.08.30

 

 

 

 

 

publicado por emcontratempo às 12:38

22
Ago 17

... tive que me tornar flexível... subordinada...

e que mais...

não sei...

estou exausta...

Mas, sim,

sei que fazia tudo

para amainar os ânimos...

peregrina Agosto, 24 2016

publicado por emcontratempo às 17:48

11
Abr 17

 

 

Amor é ajuda,

amor é carinho,

amor é  companhia

amor é dádiva,

amor é desejo,

amor é diálogo,

amor é gostar,

amor é harmonia,

amor é olhar,

amor é perdão.

amor é recíprocidade,

amor é sorriso,

amor é serviço,

amor é tudo isto,

amor é  muito mais...

amor é assim.

peregrina 2017.03.28

 

 

publicado por emcontratempo às 01:48

28
Nov 16

Sonhar acrescenta-me a vida...

Momentos de reflexão levam-me até ao Infinito...

Há dores do passado que permanecem sempre...

Momentos de alegria jamais perecerão na minha memória...

Não preciso que me dêem razão, prefiro tê-la...

A vida surpreende-me a cada esquina...

Conviver, às vezes carece de uma certa solidão ...

A vida ensinou-me a ouvir mais e falar menos...

O presente esvai-se rápidamente...

A infância apressou-se a fugir...

A adolescência foi-se conturbada...

A juventude veio, sorriu e partiu...

A meia idade, caminha veloz...

ela vive... voltada para os filhos.

de repente ...

...

Avós...

e... seremos felizes se aí chegarmos...

peregrina 2016.06.27

 

publicado por emcontratempo às 10:55

11
Out 16

 

Já ando a sofrer há muito...

pois...

sofre-se uma vida inteira...

 

sofre-se a nível familiar,

é normal,

confrontos de ideias,

diferentes idades,

diferentes ideais...

e...

sofre-se a nível profissional

confrontos de ideias

ideais...

e...

sofre-se a nível social,

confrontos de ideias

pairam as invejas,

ambições desmedidas,

ideais...

ideais não,

que isso é algo de nobre

para uma sociedade

tão devassa,

tão corrupta,

como a que nos envolve

e...

por ironia do destino

também se sofre a nível comunidade

incrível,

mas os de lá de dentro

dessa comunidade

também roem cá fora

e não se preocupam em ser exemplo

daquilo que vem buscar cá dentro.

estes desiludem-me...

e dificilmente ou quase nunca consigo

dar a volta por cima.

Confesso , existe sofrimento

e ...

... fica-se  doente por dentro.

é triste,

ver-se "gente"...

será gente?!

Gente não é certamente,

e cristão, não é assim...

peregrina

 

publicado por emcontratempo às 10:37

20
Set 16

E esta é uma delas, é de 1971 mas acho que, além de ser muito bonita a letra ainda se mantém actual porque todos nós já nos sentimos assim, em alguma altura das nossas vidas:

 



Jeanette - Soy Rebelde

 

Yo soy rebelde porque el mundo me ha hecho así
porque nadie me ha tratado con amor
porque nadie me ha querido nunca oir

Yo soy rebelde porque siempre sin razón
me negaron todo aquello que pedí
y me dieron solamente incomprensión

Y quisiera ser como el niño aquel
como el hombre aquel que es feliz
Y quisiera dar lo que hay en mí
todo a cambio de una amistad

Y soñar y vivir
y olvidar el rencor
y cantar y reir
y sentir sólo amor

Yo soy rebelde porque el mundo me ha hecho así
porque nadie me ha tratado con amor
porque nadie me ha querido nunca oir

Y quisiera ser como el niño aquel
como el hombre aquel que es feliz
Y quisiera dar lo que hay en mí
todo a cambio de una amistad

Y soñar y vivir
y olvidar el rencor
y cantar y reir
y sentir sólo amor

lalalalalala...
lalalalalala...
lalalalalala...
www.omeusantuario blogspot.pt
 
em Português
 
Eu sou rebelde
porque o mundo me fez assim
porque ninguém me tratou com amor
porque ninguém nunca quis me ouvir
 
Sou rebelde
porque sempre sem motivo
eles me negaram tudo o que eu pedi
e eles me deram apenas um mal-entendido.
 
E eu gostaria de ser
como aquela criança como o homem que é feliz
e eu gostaria de dar o que está em mim
tudo em troca de uma amizade.
 
E sonhar e viver
e esquecer o ressentimento
e cantar e rir e sentir apenas amor
 
Eu sou rebelde
porque o mundo me fez assim
porque ninguém me tratou com amor
porque ninguém nunca quis me ouvir
 
Sou rebelde
porque sempre sem motivo
eles me negaram tudo o que eu pedi
e eles me deram apenas um mal-entendido.
 
E eu gostaria de ser
como aquela criança como o homem que é feliz
e eu gostaria de dar o que está em mim
tudo em troca de uma amizade.
 
E sonhar e viver
e esquecer o ressentimento
e cantar e rir e sentir apenas amor
 
publicado por emcontratempo às 11:58

Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO