O desafio dos nossos dias...

03
Ago 09


Todo mundo tem conflitos com amigos, família ou colegas em algum ponto. Tais confrontos costumam ser estressantes, mas você pode aliviar a pressão mantendo-se calmo e controlado, mas defendendo-se e sendo assertivo.

Fique Calmo
É importante ficar calmo numa confrontação, para poder ouvir bem e pensar racionalmente. Você e a outra pessoa devem se distanciar das opiniões e se concentrar nos fatos. Ouça o que está sendo dito e mantenha olho no olho para criar empatia e dar a você mesmo a oportunidade de captar as reações do outro. Se ficar nervoso ou na defensiva, concentre-se em ser receptivo e envolvente em relação à outra pessoa.

Procurar um Acordo
Tente achar uma solução em que todos saiam ganhando. Pense no que você quer e no que o outro quer, e veja se é possível ceder algo. Para sair de um impasse, procure um assunto sobre o qual vocês concordem, desde um detalhe pequeno, como o tempo que ambos têm para discutir, até algum princípio fundamental -o fato da questão, por exemplo, ter a ver com justiça. Isso melhora o clima da negociação, tornando-a mais conciliatória.

Usar uma Linguagem Corporal Assertiva
Em situações de conflito, é útil estar o mais relaxado fisicamente possível. Evite movimentos rápidos, bruscos, e posturas defensivas ou agressivas. Tente parecer o mais aberto e acessível que puder, para indicar que está preparado para ouvir. Incline seu corpo levemente em direção à pessoa para indicar sua disposição em se comunicar e se entender bem. Evite cruzar os braços ou pernas, pois são gestos do tipo "barreira" que indicam postura defensiva. Aceite as opiniões da outra pessoa com sinais de cabeça e mantenha olho no olho para indicar que está ouvindo. Explique que você não concorda necessariamente com o que a outra pessoa diz -frases úteis são, por exemplo, "eu preciso pensar nisso com mais calma depois" ou "é possível".

Soar Assertivo
Para transmitir força e clareza, seu tom de voz tem de ser forte e claro. Vozes nervosas têm um tom frágil e trêmulo e implicam que você receia ser engolido pelo ponto de vista da outra pessoa. Para soar mais explícito e decidido, certifique-se de respirar bem, inalando profundamente. Você pode praticar soar mais explícito baixando o tom da voz. Faça uma declaração forte num tom de voz volumoso, por exemplo, "Não, eu não quero fazer isso". Conforme chegar ao final da frase, faça um movimento decidido para baixo com a mão. Você verá que seu tom também baixa, fazendo com que você transmita uma autoridade firme.

Exercícios
Pratique respirar profundamente. Então, ao exalar, tente projetar sua voz pelo quarto.
Projete a voz pronunciando cada consoante claramente e falando mais alto do que o usual.
Se sentir a garganta apertada, tente bocejar (discretamente) para alongar e relaxar esses músculos tensos.

Lembre-se
Escolha as palavras com cuidado ao lidar com conflitos -seja honesto e positivo, mas tenha tato

Você sabia?
Uma técnica para administrar conflitos é a neutralização, que consiste em tirar o "ferrão" das palavras, dizendo as coisas de outro modo. Se alguém diz "Não agüento mais meu chefe", você pode retrucar:"Então quer falar sobre como melhorar a relação com seu gerente?".

(tirado da net)

publicado por emcontratempo às 17:20

28
Jan 09

A ELEGÂNCIA DO COMPORTAMENTO


 
 

Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.

Nas pessoas que escutam mais do que falam.

E quando falam, passam longe da fofoca, das maldades ampliadas no boca a boca.

É possível detectá-las nas pessoas que não usam um tom superior de voz.

Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.

É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

É elegante não ficar espaçoso demais.

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro.

É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.

É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias, e nariz empinado não substituem a elegância do gesto.

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.

Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação, mas tentar imitá-la é improdutivo.

Educação enferruja por falta de uso."LEMBRE-SE de que colheremos, infalivelmente aquilo que houvermos semeado.  Fique alerta quanto ao momento presente. Plante apenas sementes de sinceridade e de amor, para colher amanhã os frutos doces da alegria e da felicidade. Cada um colhe, exatamente, aquilo que plantou."

 E acrescento.... Para bom entendedor....meia palavra basta.

(matriz2006.blogs.sapo.pt)

publicado por emcontratempo às 16:11

Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO