O desafio dos nossos dias...

10
Set 19

Como faço a poda das minhas laranjeiras I

 
    Esta laranjeira está em mau estado, não é podada à 4 anos. Quase não entra luz para o interior da árvore, está cheio de ramos verdes. Este ano deu poucas laranjas e está cheia de ferrugem.

 
   Quando faço uma poda tenho sempre na ideia meia dúzia de regras que me ajudam:
  1. "A realização dos cortes na proximidade de um ramo a que se chama "tira-seiva" evitará a aparição de ramos ladrões" 
  2. Quanto menor o diâmetro do ramo a suprimir mais rápida é a cicatrização, acima dos 3 - 5cm de diâmetro pode haver problemas de apodrecimento (pode-se usar produtos protectores)
  3. Nunca cortar a ruga do ramo, fazer um corte obliquo e limpo, sem rasgar. 
     4.   Cortar junto a um gomo, deixando-o virado para fora pois é do gomo que o ramo vai continuar a crescer.
     5.  Cortar primeiro os secos, tortos, a crescer para dentro da copa e os ladrões. Depois corto os outros.
 
    No caso desta laranjeira vou fazer um arejamento, com o objectivo de permitir uma melhor iluminação dos ramos e evitar doenças. Depois de cortar os ramos mencionados no ponto 5, se for necessário faço alguma poda de reformação, ou seja, tento ajustar a forma da árvore (cortando um ramo mais grosso, ou diminuindo o comprimento de outros).
    Há mais factores a ter em consideração numa poda, isto é um caso prático para facilitar a introdução de conceitos básicos.
    Tenho a dizer que a época de poda de uma árvore é um assunto que tem muitas correntes diferentes. Tem em conta factores edáficos, climáticos, sociais e económicos. Tenho razões para fazer agora a poda das laranjeiras.
Continua...
(as imagens foram retiradas do livro "A poda de árvores ornamentais" de Emmanuel Michau") 
in     Galhos & Bugalhos.blogspot.com
 
 
publicado por emcontratempo às 14:58

GROSELHEIRA (Ribes uva-crispa)

Arbusto de folha caduca, originário da Europa, África Setentrional e do Sudoeste Asiático. Pode atingir 1 a 3 m de altura e produzir entre 2 e 5 kg por planta. Floresce em Abril-Maio, frutifica na madeira de 1-3 anos. Plantam-se muitas vezes associadas ao mirtilo. Planta-se de Outubro a Abril a 80 cm - 1 m de distância uns dos outros, num local soalheiro ou meia-sombra, não gosta de grandes calores, demasiado abrasadores. Existem groselhas brancas, pretas e vermelhas.

Necessita de um solo bem drenado e rico em matéria orgânica. Gosta de adubo de cavalo e de minhoca. Tiram-se pedras e ervas daninhas, junto ao pé da planta e palha-se no Verão para manter a humidade junto ao pé. Cuidado quando limpar o terreno à volta pois as raízes são pouco profundas. Multiplica-se bem por estacas.

O crescimento nos primeiros anos é bastante lento e a planta não se instala facilmente. Precisa de uma Estação inteira. Uma vez a retoma assegurada a planta deve fazer o seu crescimento sem ser incomodada. No 1º ano a planta parece mesmo regredir: perca de folhagem, perda de vigor. No entanto trata-se apenas da adaptação da planta ao novo ambiente. Nos anos seguintes o crescimento torna-se consequente e a produção também. Começa a produzir os primeiros frutos a partir do 2º- 3º ano de plantação.

Os ácaros são atraídos pelas groselhas, sobretudo as cochonilhas que causam danos ao sugar a seiva das plantas. Aplicar uma solução de urtigas, se a praga se instalar. Também pode usar um óleo de Neem, com prensagem a frio, que vai asfixiar a praga. O óleo de Neem é um produto biológico, o óleo é extraído da árvore nim (India). Não se esqueça de fazer associação de culturas para melhor protecção das plantas. (Ver página da ASSOCIAÇÃO/CONSOCIAÇÃO DE CULTURAS)


Colheita de frutos faz-se de Junho-Agosto, consoante a variedade e as regiões, cortando todo o cacho (como nas uvas). A colheita efectua-se com a groselha em plena maturação. As groselhas conservam-se no frigorífico por alguns dias. Os frutos que se situam no interior do arbusto levam mais tempo a amadurecer e podem por isso ser colhidos mais tarde.

As groselhas são utilizadas ao natural; em tartes e bolos; em compotas e geleias; com carne dando-lhe um sabor agri-doce; para confeccionar gelados; em xarope; em licores e vinhos licorosos.

Poda

A groselheira só se poda verdadeiramente após o 5º ano da plantação. Até lá a desponta das extremidades é suficiente para a retoma da planta.

Poda de manutenção:

Todos os anos (a partir do 5º ano), durante o período de dormência, faz-se a poda, preferencialmente, ao fim da manhã.


- Poda de Inverno: Durante o período de dormência (Novembro-Fevereiro).

- Suprimir ramos velhos (com 4, 5 ou mais anos), mortos ou secos (são os mais acinzentados e estaladiços), e ramos mal orientados, pela base.

 

- Guardam-se cerca de 10 ramos novos (de cor clara) de 1-3 anos, são eles que formam a estrutura do arbusto. O coração do arbusto deve ficar liberto para uma melhor iluminação e arejamento que são determinantes para a saúde da planta e frutificação. Estes 10 ramos, podam-se retirando 1/3 do seu comprimento, para permitir uma regeneração dos tecidos e manter um porte compacto do arbusto.

- Os raminhos que saiam destes que se guardam, podam-se a cerca de 20 cm de comprimento acima de um gomo que esteja virado para o exterior, equivale a 5-6 olhos.  

Fig. 1 - Poda de Inverno de um ramo de groselha

 

No fim do Inverno faz-se um tratamento para evitar o desenvolvimento das doenças. No Outono e Primavera fertiliza-se as frutíferas, sempre com adubos orgânicos.

- Poda Verde:

Não se toca no prolongamento dos ramos estruturais, essa tarefa é feita apenas na poda de Inverno. Vai-se trabalhar apenas nos raminhos novos que saem da estrutura de base que, durante o mês de Maio se despontam a 5 folhas (quando tem o dobro). Não se fazem mais podas durante o Verão.


QUADRO DA PODA

Poda de Inverno

Suprimir pela sua base, ramos velhos, mortos ou secos e mal orientados.

Poda Verde em Maio

Em Maio despontam-se os ramos novos a 5 folhas (quando tem o dobro). Já não se poda mais no Verão.

da net

publicado por emcontratempo às 14:51

20
Set 18
 
 
No Mercado Municipal da Horta
Ilha do Faial
Uvas, figos e maçãs da ilha do Pico
publicado por emcontratempo às 17:41
tags: ,

15
Out 10

 "

"Para manter a beleza o consumo de bastante água é imprescindível, pois é ela que transporta os  nutrientes, eliminando as toxinas, corta a sensação de fome, elimina a fadiga, melhora o sono e a memória, revitaliza os cabelos, diminui o aparecimento de cravos e espinhas e, ainda, hidrata a pele”, explica a naturóloga Rosana Batestusso, dirigente do Instituto Brasileiro de Naturologia.

Confira as propriedades de sucos com ingredientes funcionais e brinde a chegada do verão de forma saudável e refrescante:

Suco de maçã
Essa bebida é extremamente benéfica à saúde graças a sua quantidade de antioxidantes. P suco de maçã pode ser consumido puro, ou associado à cenoura, beterraba e aipo, aumento o poder desintoxicante

Suco de uva
Também é um poderoso antioxidante, ajuda a diminuir o colesterol, e melhora a circulação, assim como o suco de morango e de melancia

Sucos de abacaxi e gengibre
Eles são considerados diuréticos, combatendo a retenção de líquido no organismo

Sucos de abacaxi, figo e gengibre
Essas bebidas diminuem o colesterol e favorecem o trabalho da vesícula biliar

Sucos de pêra, banana e alface
Estes estãoo no topo da lista dos sucos recomendados para a insônia

Suco de maracujá e de mamão
Tem efeito calmante e o suco de mamão ajuda no bom funcionamento do intestino

Sucos de laranja e couve
Devido à quantidade de ferro e vitamina C são indicados para a anemia"

da net

publicado por emcontratempo às 13:24

Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO