O desafio dos nossos dias...

18
Fev 10

 

 

Ontem foi Quarta-feira Cinzas

O primeiro dia da Quaresma

Encontrei esta nota na net e achei por bem partilhar.

Ontem para quem recebeu as cinzas nas suas paróquias decerto ouviu tudo isto pelos seus párocos, como eu ouvi também.

Mas para aqueles que não foram, por impossibilidade ou por opção, ao menos leiam e procurem interiorizar vivendo com mais profundidade cada dia deste percurso quaresmal.

 

"A imposição das Cinzas é um costume praticado na Igreja desde as suas origens.

Na tradição judia, o símbolo de rapar a cabeça e colocar as Cinzas manifestava o próprio arrependimento e a vontade de converter-se: as Cinzas são sinal da fragilidade do homem e da sua da vida.

No início do cristianismo impunha-se as Cinzas especialmente aos pecadores públicos.

A partir do século VIII impõe-se as Cinzas a todos os fiéis cristãos por ocasião da Quarta-feira de Cinzas.
Desde então as Cinzas obtêm-se ao queimar as palmas (em geral de oliveira) que foram abençoadas no último Domingo de Ramos.

As Cinzas são impostas pelo Sacerdote ou ministro da comunhão na fronte do fiel, fazendo a sinal da cruz com elas, e pronunciando o ministro da comunhão ao mesmo tempo a frase do evangelho de S. Marcos:

 

“Arrependei-vos e acreditai no evangelho”.
 
Jesus de Nazaré ensina-nos a fazer o bem.
Jesus realçou o facto do Jejum, da Caridade e da Oração se deverem praticar em segredo, pois “DEUS PAI, que vê tudo, recompensar-te-á”.
Jesus criticou o comportamento dos fariseus, a quem chamou hipócritas e sepulcros caiados, pois, embora por fora aparentem ser muito bons, por dentro são corruptos.
Realçou também o facto de muitos dos membros desta seita se dedicarem ao Jejum e à Oração com grande empenho, mas unicamente com o objectivo de serem vistos e admirados pelas outras pessoas.
Jesus faz criticas constantes à sua falta de humildade e às dificuldades que criam às pessoas mais simples para se poderem aproximar de Deus.

O SIGNIFICADO DO NÚMERO 40


Como outros números, o número 40 é um número simbólico. O número 40 indicava, entre outros significados, um período de preparação por causa de um grande acontecimento.




- O dilúvio durou 40 dias e 40 noites.


- 40 anos foi o tempo que passou o povo de Israel no deserto.


- Moisés e Jesus fizeram 40 dias e 40 noites de Jejum para prepararem a sua missão.
 

O JEJUM, A CARIDADE E A ORAÇÃO.

 

A Quaresma significa um período de renovação da própria vida. As práticas a cumprir são três: O JEJUM, A CARIDADE, E A ORAÇÃO.


 

- O JEJUM. Para seguir Jesus, o cristão deve ter a força de se esquecer de si mesmo, de não pensar nos próprios interesses, mas só no bem do irmão. Assumir uma atitude constante, generosa e desinteressada não é fácil. É este o sentido do Jejum.
 

 

- A CARIDADE. A partilha, a solidariedade, a justiça e o amor para com os mais necessitados, são gestos de caridade que Jesus aprecia com muita satisfação.
 

 

- A ORAÇÃO. Rezar para pedir a Deus força para se converter e para crer no Evangelho. A oração dá-nos força suficiente para vencermos as tentações.


Começar a Quaresma de mãos abertas


Jesus convida-nos a sermos simples e humildes, a fazermos o bem sem publicidades.
-Nesta Quaresma, propomos-te fazer uma série de boas acções: observar o rosto de Jesus nos outros, confortar alguém que esteja a sofrer, rezar, não insultar os teus colegas, ajudar nas tarefas de casa.
- Jesus indica-nos de que forma fazer estas coisas boas: com descrição.
-- Não te esqueças que tudo o que faças de bem durante a Quaresma não o deves publicitar para promover a tua imagem.

Arménio Rodrigues
menorodrigues@gmail.com
menorodrigues.blogspot.com
publicado por emcontratempo às 12:01

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Quaresma

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO