O desafio dos nossos dias...

04
Set 08

 

         Amigo,

         capaz de mais pelos outros,

         por vezes esqueceste-te muito de ti,

         dos teus, no emaranhado da vida.

         Faz hoje precisamente um ano

         que foste, partiste,

         deixas-te para trás muita dor.

         Decerto levaste muita contigo.

         Sofreste muita indiferença,

         uma grande erva daninha

         senão a maior da sociedade

         fria e calculista de então.

         Mas, ...

         José,

         também levaste alguma consolação

        dos momentos melhores que viveste,

        mesmo no teu último dia de vida ...

        ... e mais não digo,

        só peço profundamente ao Senhor,

        Paz à tua alma.

                               by peregrina (ao José Mezena)

publicado por emcontratempo às 11:50

Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Paz à tua alma

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO